---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Flores colorem Centro Histórico de Piratuba, rememorando primeiras iniciativas de embelezamento da cidade turística

Publicado em 13/01/2020 às 17:46 - Atualizado em 13/01/2020 às 17:46

FLORES COLOREM CENTRO HISTÓRICO DE PIRATUBA, REMEMORANDO PRIMEIRAS INICIATIVAS DE EMBELEZAMENTO DA CIDADE TURÍSTICA

 

Paisagem nostálgica ultrapassou décadas encantando moradores e turistas pela beleza de plantas que harmonizam ruas tradicionais da Capital Turística do Alto Uruguai Catarinense.

 

Por: Ernoy Mattiello – Ascom & Marketing

 

Elas estão em vários pontos da cidade e nesta época do ano são impossíveis de passarem por despercebidas ao olhar de quem circula pelo Centro Histórico de Piratuba. As flores coloridas em multitons rosados, levemente aproximados do vinho, chamam atenção pela beleza inigualável e o fascinante colorido.

 

As pequenas árvores conhecidas em Piratuba como extremosa e que em algumas regiões brasileiras também são chamadas de resedá, pertencem a família das Litráceas. Nativa da China, originária do sudoeste da Ásia, a plantada atualmente é conhecida em grande parte do mundo, estando presente em praticamente todos as regiões brasileiras.  

 

Na China o arbusto conquistou prestígio e favoritismo na Dinastia Tang (entre os anos 608-906 D.C.). No Estados Unidos da América, onde a planta também é popular, a extremosa passou por cruzamentos genéticos, se tornando um dos símbolos do estado do Texas.

 

Em Piratuba a árvore foi adotada em 1970, época em que a cidade era administrada pelo prefeito Mário Wolfart. O ex-secretário administrativo, Cláudio Victor Rogge, lembra que exemplares do arbusto foram trazidos do litoral do estado e introduzido ao paisagismo local.

 

Tempos depois a extremosa passou a ser replicada em um horto que funcionou na região do Balneário, se tornando uma das marcas da cidade turística. O Centro histórico é o espaço público onde centenas de pés de extremosa cultivadas ao longo das calçadas, dão um show de incrível beleza, tornando a cidade extraordinariamente bela nesta época do ano.

 

Entre os principais pontos comuns de ser encontrada, os arbustos espalham colorido pela Rua Leoberto Leal e Rua Santa Catarina, mas há ainda pontos da Avenida Dezoito de Fevereiro e regiões da Rua Domingos Antônio Benjamini e Jorge Lacerda, em que a árvore segue colorindo a paisagem desde de as últimas décadas do século passado.

 

Conhecida como a árvore de cem devido ao período de florada, em Piratuba a extremosa começa a apresentar as primeiras flores em novembro e segue em floração até o final do verão.